Audiência debaterá mortalidade por doenças cardíacas

As mortes por doenças cardíacos na Baixada Santista estão acima da média do Estado. E para buscar soluções definitivas junto as autoridades e especialistas, o presidente do poder Legislativo, vereador Rui De Rosis, promoverá Audiência Pública no próximo dia 29 de março, à 19 horas, no plenário Zeny de Sá Goulart, com o tema: redução das altas taxas de mortalidade por infarto na nossa região: o que devemos fazer.

“O recente caso de uma idosa que faleceu na UPA da Zona Noroeste após longa demora no atendimento, trouxe a toa novamente o alerta”, relembra o vereador.

Além disto, apenas 5 dias antes do falecimento da munícipe, De Rosis já havia apresentado o requerimento nº 800/2019 (25 de fevereiro de 2019) alertando para a falha no cumprimento do protocolo de atendimento de doenças cardíacas na cidade.

Na propositura, o Presidente do Legislativo questionou as autoridades para que o município enquadre-se na portaria 2994, de 13 de dezembro de 2011, do Ministério da Saúde, que dita sobre o protocolo de atendimento das doenças cardiovasculares, em especial ao infarto agudo miocárdio, como o uso de terapia trombolítica para prevenir sequelas e óbitos.

123 respostas

Os comentários estão fechados.