Descarte de lixo eletrônico nas escolas

Na pauta da sessão hoje (25/04) da Câmara de Santos, Projeto de Lei nº 269/2018, que prevê instalação de recipiente para coleta de lixo eletrônico de pequeno porte nas escolas da cidade.

De autoria do vereador Rui De Rosis, o projeto tem por objetivo aumentar os números de postos de coleta de lixo eletrônico na cidade e também conscientizar as crianças sobre a importância de não jogar pilhas, baterias e aparelhos celulares no lixo comum.

“O gerenciamento de resíduos sólidos é uma preocupação crescente no país e no mundo”, explica o autor do Projeto de Lei. Sozinho, o Brasil gera quase 1,5 milhão de toneladas de lixo eletrônico todos os anos.

“Nunca trocamos tanto de aparelhos eletrônicos como nos tempos atuais, devido uma intensa renovação de celulares e computadores. O resultado desse fenômeno é a geração crescente de sucata pós-moderna, um desperdício de recurso e um problema para o meio ambiente”, justifica De Rosis. 

1 responder

Os comentários estão fechados.