Posts

Coleta de exames poluentes

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Santos, Rui de Rosis, apresentou requerimento no último dia 6 de maio, sugerindo implantação de pontos de coleta de exames de raio-X e tomografia nas UPA’s e policlínicas da cidade.

“Por serem materiais altamente poluentes, estes exames não podem ser descartados no lixo comum, pois não devem entrar em contato com a água ou com o solo”, explica o autor do pedido.

Estes exames não podem ser descartadas no lixo pois possuem materiais tóxicos, como amônia, cromo e metanol, que podem contaminar o solo e a água. “A cidade de Santos ainda não possui nenhum ponto de coleta”, explica De Rosis, justificando o pedido.

Até mesmo o transporte deste material é criterioso. É necessária a emissão de um recibo pelo material poluente e o material precisa ser acondicionado em um veículo corretamente.

PL sugere uma árvore a cada bebê nascido

Plantar uma árvore nativa da região a cada bebê nascido na cidade de Santos. Esta é a proposta do Projeto de Lei 97/2019, de autoria do presidente da Câmara da Santos, vereador Rui De Rosis. A ideia é que, logo após o nascimento, a Prefeitura providencie o plantio de uma muda de árvore, preferencialmente próximo a residência da família, ou em região degradada do município.

A proposta visa incentivar o plantio e recuperar áreas degradadas, fazendo um paralelo entre as novas vidas e a renovação da natureza, explicar o autor da propositura. “A cidade de Itapemirim, no Espírito Santo, já implantou iniciativa semelhante”.

Na cidade capixaba, após o plantio os bebês recebem uma “certidão natural”, com informações sobre os cuidados com a saúde da criança no primeiro ano de vida, fazendo um paralelo lúdico com o desenvolvimento da planta. O documento também tem informações sobre espécie e as coordenadas para a família localizar a árvore que foi plantada.