Posts

Coleta de exames poluentes

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Santos, Rui de Rosis, apresentou requerimento no último dia 6 de maio, sugerindo implantação de pontos de coleta de exames de raio-X e tomografia nas UPA’s e policlínicas da cidade.

“Por serem materiais altamente poluentes, estes exames não podem ser descartados no lixo comum, pois não devem entrar em contato com a água ou com o solo”, explica o autor do pedido.

Estes exames não podem ser descartadas no lixo pois possuem materiais tóxicos, como amônia, cromo e metanol, que podem contaminar o solo e a água. “A cidade de Santos ainda não possui nenhum ponto de coleta”, explica De Rosis, justificando o pedido.

Até mesmo o transporte deste material é criterioso. É necessária a emissão de um recibo pelo material poluente e o material precisa ser acondicionado em um veículo corretamente.

Aplicativo poderá facilitar marcação de consultas

Automatizar o serviço de agendamento de consultas do sistema pública de saúde de Santos. Este é o objetivo do requerimento nº 2032/2019, de autoria do vereador e presidente do poder Legislativo, Rui De Rosis.

A propositura propõe a implantação de sistema de aplicativo para celular onde possam ser feitos agendamentos de consultas e exames, acompanhamento de resultado de exames, lembretes e cancelamentos de consultas e procedimentos agendadas, entre outras facilidades.

Na cidade de São Paulo já existe um aplicativo parecido chamado “Agenda Fácil”. Segundo o vereador, o aplicativo é uma ferramenta tecnológica gratuita rápida e eficiente. “Tenho fiscalizado as policlínicas da cidade e cobrado dos responsáveis a melhora no atendimento. Umas das reclamações mais presentes é com relação ao 0800 100 836, telefone destinado aos agendamentos”, justifica o vereador.

De Rosis quer policlínicas com horário estendido

Com objetivo de reduzir o tempo dos agendamentos de consulta nas policlínicas da cidade e desafogar as Unidades de Pronto Atendimento, o presidente da Câmara de Santos, vereador Rui De Rosis, apresentou indicação nº 1469/2019, solicitando estudos para que algumas policlínicas tenham horário de atendimento estendido até as 22 horas.

Hoje, as mais de 30 policlínicas da cidade de Santos atendem das 7h às 17 horas. “Com a possível ampliação do horário em algumas unidades, a população ganharia em agilidade dos agendamentos”, ressalta De Rosis.

Outro ganho com essa solicitação seria a diminuição das filas na UPAs. “Agilizando os agendamentos nas policlínicas, automaticamente tiramos parte da demanda das unidades de pronto atendimento”, explica o vereador.

Cerca de 60% dos atendimentos que chegam as UPAs não são urgências e emergências e deveriam ser atendimentos em consultório. “É muito importante que as nossas Policlínicas funcionem bem. A rede primária funcionando bem, o restante fica desafogado”.

SAMU na Ponta da Praia e policlínica no Boqueirão

O retorno de uma base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência para a Zona Leste. Esse é um dos pedidos feitos pelo presidente da Câmara de Santos, Rui De Rosis, à Secretaria de Saúde de Santos.

A antiga base do SAMU, que funcionava dentro Pronto Socorro da Zona Leste, foi desativada em junho de 2016, data em que a unidade foi transferida, provisoriamente, para que a construção da UPA. Desde então, a orla e zona intermediária ficaram sem locais de saída das ambulâncias, prejudicando o atendimento na região.

Na propositura, De Rosis sugere que uma base seja instalada nas proximidades do Complexo Esportivo Rebouças. Além de atender toda a cidade de Santos, a Central Regional do SAMU de Santos faz a regulação de todo o atendimento de urgência e emergência nos municípios de Santos, Guarujá e Bertioga.

Boqueirão

Outro pedido apresentado recentemente pelo presidente Rui De Rosis é quanto a construção de uma policlínica no bairro do Boqueirão. Hoje, moradores deste bairro utilizam os serviços da Policlínica da Conselheiro Nébias, localizada no bairro da Encruzilhada.